Goodreads

Destaques

0 O Novo Czar | Opinião


Wook.pt - O Novo CzarBiografia sobre Putin que permite compreender de que modo o presidente da Rússia se tornou uma das ameaças mais graves para a segurança americana. O seu percurso épico desde a obscuridade da espionagem até ao poder revela as origens de pobreza extrema em Leninegrado, a sua ascensão no KGB, a sua consolidação política e a sua posição nos acontecimentos mais marcantes - o 11 de setembro, a guerra da Rússia na Geórgia em 2008, bem como a anexação da Crimeia e o conflito em curso na Ucrânia. Apesar do apoio do povo russo, o novo czar é tão temido quanto detestado a nível internacional

Autor: Steven Lee Myers
Editor: Edições 70 (Novembro, 2016)
Género: Biografia
Páginas: 664
Original: The New Tsar: The Rise and Reign of Vladimir Putin (2015) 

opinião
★★★☆☆

O Novo Czar é um trabalho denso e detalhado - tanto quanto possível - sobre as origens, ascensão e "reinado" de Vladimir Putin. Digo "tanto quando possível" porque, mantendo quase todos os aspetos da sua vida privada longe do conhecimento público, apesar dos esforços do autor, a aproximação a Putin é muito incompleta e, portanto, fonte de insatisfação para o leitor.

Apesar de extenso, o livro é conduzido com grande objetividade, tornando a leitura agradável e relativamente fácil de acompanhar. Infelizmente, Steven Lee Meyers não vai muito além do seu papel de jornalista, limitando-se a sumariar eventos históricos e desenvolvimentos políticos bem conhecidos sem acrescentar nada de novo, sem qualquer verdadeiro comentário pessoal, análise ou especulação.

Assim, o livro tem interesse pela forma como compila a informação já conhecida, tratando-se não só da biografia de Putin mas também, tal como indicado na sinopse, «uma radiografia da Rússia». É interessante acompanhar o progresso de Putin desde os tempos em que era um simples trabalhador de pouco destaque e pouco ambicioso até à ocupação da posição mais poderosa do país. A Rússia ver-se-ia liberta do caos dos anos Ieltsine apenas para cair nas mãos de um novo autoritarismo. Mesmo tendo promovido a «descida do desemprego, aumento do rendimento, um orçamento equilibrado, regresso da Rússia à sua posição de segundo maior produtor mundial de petróleo» (p. 282), Putin tornou o país solo fértil para corrupção, conspiração e opressão, rumo a um destino desconhecido.





Nenhum comentário:

Postar um comentário