Goodreads

Destaques

0 A Serpente do Essex {Livros Março}


Wook.pt - A Serpente do EssexLondres, 1893. Quando o marido de Cora Seaborne morre, a viúva inicia uma nova vida marcada ao mesmo tempo por alívio e tristeza. Não teve um casamento feliz e ela própria nunca se adequou ao papel de mulher da sociedade. Acompanhada pelo filho, Francis - um rapaz curioso e obsessivo -, troca a cidade pelo campo de Essex, onde espera que o ar fresco e os grandes espaços lhe proporcionem o refúgio de que necessita.

Quando se instalam em Colchester, chegam-lhe aos ouvidos rumores de que a Serpente do Essex, conhecida por em tempos ter percorrido os pântanos na sua avidez de colher vidas humanas, regressou à aldeia de Aldwinter. Cora, naturalista amadora sem interesse por superstições ou questões religiosas, fica empolgada com a ideia de que aquilo que as pessoas da região tomam por uma criatura sobrenatural possa, na realidade, ser uma espécie ainda por descobrir.

Quando decide iniciar a sua investigação é apresentada ao reverendo de Aldwinter, William Ransome. Tal como Cora, Will sente uma desconfiança profunda em relação aos boatos, que considera um fenómeno de terror de caráter moral e um desvio da verdadeira fé. Enquanto Will procura tranquilizar os paroquianos, inicia-se entre ele e Cora uma relação intensa; apesar de os dois não concordarem a respeito de nada, são atraídos e afastados um do outro inexoravelmente, a ponto de isso modificar a vida de ambos de formas inesperadas.

Escrito com uma delicadeza e uma inteligência cheias de requinte, este romance é sobretudo uma celebração do amor e das muitas formas que ele pode assumir.


Autor: Sarah Perry
Editor: Editora Minotauro (Março, 2017)
Género: Romance
Páginas: 404
Original: The Essex Serpent (2016) 
 Costa Book Award Nominee for Novel (2016), Wellcome Book Prize Nominee for Longlist (2017), Dylan Thomas Prize Nominee for Longlist (2017), Walter Scott Prize Nominee for Longlist (2017), Waterstones Book of the Year (2016)



'Growing up in a fundamentalist sect, Perry thought women wearing trousers were immoral. Now, calling herself ‘post-religious’, she has written the gothic hit of the summer' - The Guardian 





Nenhum comentário:

Postar um comentário