Goodreads

Destaques

0 As Minhas Leituras de Dezembro 2014



12/Dezembro
 Em termos de leituras o último mês do ano tem estado a correr maravilhosamente bem! Não paro de distribuir estrelinhas! :)
 Esta semana diverti-me imenso com a leitura de 'Enrolados', o segundo livro da série Tangled de Emma Chase e, apesar de retroceder até um período muito triste e revoltante da História da humanidade, gostei muito de ler 'A Cor do Coração', a estreia de Barbara Mutch.


Enrolados (TopSeller, 2014) = 4*
 Apesar da mudança de narrador, acabei por gostar também (e bastante!) deste segundo livro e de ficar a conhecer melhor Kate, bem como Dee Dee e Billy pelo seu ponto de vista. Ao 'falar' directamente para o leitor - e com enorme à vontade - Kate acaba por nos arrastar bem para o centro da enorme confusão que se cria neste livro graças a um infeliz mal entendido, e também, há que admitir, devido ao terrível mau feitio de Drew...
 Mal podia esperar para ver esclarecido o enorme imbróglio em que se meteram e ver como iriam reagir estes dois cabeças duras quando fossem finalmente confrontados com a verdade, daí que tenha dado por mim a devorar o livro - e a rir bastante nos entretantos!


A Cor do Coração (Presença, 2014) = 4*
 Retrocedendo até uma época vergonhosa, quando a segregação racial foi legitimada na África do Sul, a autora, Barbara Mutch, faz um óptimo trabalho a destacar a importância dos valores morais de cada indivíduo, evidenciando o elevado custo que a falta destes tem tido para a humanidade.
 A trama desenrola-se enquanto acompanhamos Ada ao longo de diversas fases da sua vida, sendo obrigada a lutar para perseverar por entre sofrimento, discriminação e pura maldade. 
 Historicamente, cingimo-nos frequentemente ao acontecimento em si ignorando o que o motivou ou os esforços envidados para que fosse sequer possível;  em A Cor do Coração, vivemos o intermédio, presenciamos o que se perde para que a mudança seja finalmente conquistada e quão lento, perigoso e complexo é o processo de mudar mentalidades.
 Esta é uma história fantástica sobre um período terrível. Uma narrativa poderosa que se debate com o preço a pagar pela diferença de tom de pele.




4/Dezembro
  Tanto 'Acaso' de Joseph Conrad como 'A Vida Secreta de Stella Bain', o meu primeiro livro de Anita Shreve, se debruçam de forma muito interessante na condição da mulher na sociedade. 'Um Presente do Bob' é, por sua vez, um livro que não podia faltar nas minhas leituras deste mês - sou fã deste gato desde o primeiro livro e não para de me surpreender!


Acaso (Civilização, 2013) = 4*
 Acaso foi inicialmente fonte de desconsolo e alguma confusão, contudo, volvido algum tempo, dei por Joseph Conrad a transformar-me gradualmente numa ávida coscuvilheira; a espreitar a vida alheia, interessada em «ouvir» conversas que não me dizem respeito e a tirar delas as minhas precipitadas conclusões.
 A pouco e pouco, história e personagens ganham dimensão e então sim, apercebemo-nos que estamos perante um autor brilhante! Achei as descrições relacionadas com o mar particularmente bonitas e o estatuto da mulher na sociedade da altura especialmente interessante.



Um Presente do Bob (Porto Editora, 2014) = 4*
 Gostei muito de Um Presente do Bob e acho que é o livro ideal para ler nesta época do ano. Em poucas palavras, Bowen consegue demonstrar-nos o verdadeiro significado do Natal, que fica, infelizmente, tantas vezes escondido por detrás de corridas frenéticas às compras.
 Mais uma vez concluo que temos imenso a aprender com este extraordinário par e voltamos a comprovar a influência positiva e determinante que Bob teve na mudança de vida de James.




A Vida Secreta de Stella Bain (Clube do Autor, 2014) = 4*
 Este livro lança uma sóbria e ágil luz sobre a experiência feminina na Primeira Guerra Mundial. 
 Forçadas a enfrentar uma realidade inédita que as colocou em situações instáveis e dolorosas, as mulheres foram igualmente vítimas de stress pós-traumático.
Gostei imenso da forma como a autora optou por construir a sua história, mantendo o seu dramatismo plausível e legítimo, numa abordagem sincera que termina com um final bastante conciliador.




Nenhum comentário:

Postar um comentário