Goodreads

Destaques

0 O que ando a ler...Março de 2014

33%
2
7 books ahead of schedule
View Challenge

Este foi um dos meses em que mais variei. 
Desde fantasia pura, passando por literatura clássica, relatos de vida de gatinhos excepcionais, romance, policial carregado de mistério e ficção histórica no contexto da Segunda Guerra Mundial só houve uma coisa em comum: gostei de todos!

Preferidos do Mês:

31/Março
O Despertar do Mundo leva-nos até à devastada Alemanha de 1945, um ano após o final da Segunda Guerra Mundial e bem perto da eclosão da Guerra Fria. O interessantíssimo período histórico já seria o suficiente para nos despertar a curiosidade, mas Rhidian Brook eleva a fasquia ao optar por contar a sua história através da rara perspectiva de quem perdeu…se é que houveram realmente vencedores...
Com um pequeno conjunto de personagens, actuando individualmente e, por vezes, egoisticamente, de acordo com as suas necessidades e traumas pessoais, que Brook construiu uma narrativa bastante abrangente e cheia de acontecimentos.
Este livro não é apenas sobre a reconstrução de um país mas também sobre a reconstrução familiar e individual que ocorreu após a guerra à medida que as pessoas começavam a aprender a viver com o que restou, enquanto o mundo despertava colectivamente de seis anos de horror.


28/Março
Adorei conhecer o gatinho Casper em Casper, O Gato-Viajante graças à sua formidável companheira humana, Susan Finden, que resolveu partilhar com tanta dedicação e paixão a história deste pequeno felídeo. É que Casper tinha um hobbie bem peculiar: gostava de viajar de autocarro! - respeitando sempre o seu lugar na fila, fazendo amigos no percurso e colocando um sorriso nos lábios de quem com ele se cruzava...e agora coloca um sorriso nos lábios em quem lê sobre as suas aventuras.


Editado no mês passado pela Chá das Cinco, O Sabor do Momento é o terceiro livro da série Quarteto de Noivas, de Nora Roberts. Esta série tem vindo a revelar-se extremamente romântica e é, sem dúvida, um encanto, contudo, já li tantos livros de Nora Roberts que me tornei particularmente exigente em relação ao seu trabalho...e esta não é uma das minhas séries preferidas da autora. Gostei da dinâmica entre o par romântico e das interacções entre os seis personagens, por esta altura já conheço bem todos os personagens, dos quais gosto bastante, e isso torna a leitura acolhedora e confortável.


Morte na Aldeia é um excelente policial em todos os seus elementos! Começando pelo tom animado da autora que cria uma atmosfera espirituosa bastante divertida mas também enervante e até macabra. Caroline Graham conseguiu, sem dúvida, levar-me a roer as unhas de curiosidade até ao final do livro com as constantes reviravoltas e actividades suspeitas, possivelmente incriminatórias, das várias personagens, levando-me a tirar conclusões falsas, umas atrás das outras, alterando constantemente a identidade do principal suspeito.
A série Chief Inspector Barnaby, à qual pertence o livro Morte na Aldeia é também uma série televisiva de grande sucesso. Este livro corresponde ao episódio intitulado The Killings At Badger's Drift cujo link para assistir online deixo [aqui]
O segundo livro desta série intitula-se Morte em Palco e já está editado em Portugal pela ASA.


11/Março
Em O Maravilhoso Feiticeiro de Oz L. Frank Baum criou um mundo fantástico, povoou-o de personagens espectaculares e enviou-as numa aventura formidável, na qual tudo é possível, sem as aborrecidas restrições da lógica.
Escrita para os mais pequeninos, esta história não falha em encantar também os adultos - especialmente aqueles que cresceram a adorar o filme.
E embora livro e filme sejam coisas consideravelmente distintas, são ambos mágicos. Guardo um enorme carinho por estes personagens e pela sua história. Apaixonei-me antes de os compreender, reforcei esse afecto quando finalmente consegui adicionar significado às suas palavras e voltei a apaixonar-me agora, com o livro...


É óptimo encontrar trabalhos tão variados num mesmo autor - desde o fantasiosoUm Conto de Natal ao divertidíssimo Os Cadernos de Pickwick passando pelo crítico História de Duas Cidades até este romance bem mais sério, Grandes Esperanças, há imensas diferenças mas há também constâncias: a excepcional capacidade de Dickens para contar uma boa história e as fantásticas personagens com que as enriquece: Scrooge, Pickwick, Manette e agora Pip vão ficar para sempre na minha memória!


Nenhum comentário:

Postar um comentário