Goodreads

Destaques

0 Filipa de Lencastre - A Rainha Inglesa de Portugal


  Quem foi afinal Filipa de Lencastre? Parece ter sido uma mulher de profundas e esclarecidas convicções religiosas, apreciadora do despojamento mendicante e com uma fé inabalável nos desígnios divinos. Uma mulher de cultura livresca abrangente, como a sua educação heterodoxa faz sugerir. Uma mulher que não gostava de futilidades. Uma mulher pouco dada ao sentimentalismo e capaz de agir com uma certa rispidez. Uma mulher perfecionista, talvez mesmo um tanto intolerante em termos religiosos. Uma mulher que, porém, parece saber dar a mão à palmatória. Pronta a auxiliar quem lhe pedia ajuda usando sobretudo a sua capacidade de influência. Uma mulher com apego à sua linhagem, levando a que os filhos tivessem claramente a noção de que faziam parte da família real dos Plantagenetas de Inglaterra. 
  Filipa foi, assim, também por isso, uma mulher que deixou a sua marca na educação dos filhos, criados numa corte que, do ponto de vista cultural, pode ter aceitado sem grande renitência as suas opiniões, interesses e gostos. E quanto ao aspeto físico e disposição ficou-nos o facto indiscutível de ter inspirado pelo menos uma balada de um poeta francês de grande divulgação na época, que, entre outras qualidades, lhe atribui «um corpo delgado, lindos olhos e face suave».


Autor: Manuela Santos Silva
Editor: Temas e Debates (Janeiro/2014)
Género: Biografia
Páginas: 320

Sobre a autora...
  Manuela Santos Silva licenciou-se em História e fez o Mestrado em História Medieval na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e doutorou-se em História Medieval pela Universidade de Lisboa, exercendo docência na Faculdade de Letras da mesma universidade. Tem investigado e publicado artigos e livros sobre História do Espaço e da Organização Social na Idade Média, o papel e as competências das mulheres nesse período da História e, sobretudo, sobre o desempenho de funções das rainhas de Portugal. Trabalha neste momento sobre as temáticas da Casa das rainhas medievais e dos tesouros reais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário