Goodreads

Destaques

0 O Amante Japonês {Livros Novembro}


Em 1939, quando a Polónia capitula sob o jugo dos nazis, os pais da jovem Alma Belasco enviam-na para casa dos tios, uma opulenta mansão em São Francisco. Aí, Alma conhece Ichimei Fukuda, o filho do jardineiro japonês da casa. Entre os dois brota um romance ingénuo, mas os jovens amantes são forçados a separar-se quando, na sequência do ataque a Pearl Harbor, Ichimei e a família – como milhares de outros nipo-americanos – são declarados inimigos e enviados para campos de internamento. Alma e Ichimei voltarão a encontrar-se ao longo dos anos, mas o seu amor permanece condenado aos olhos do mundo.

Décadas mais tarde, Alma prepara-se para se despedir de uma vida emocionante. Instala-se na Lark House, um excêntrico lar de idosos, onde conhece Irina Bazili, uma jovem funcionária com um passado igualmente turbulento. Irina torna-se amiga do neto de Alma, Seth, e juntos irão descobrir a verdade sobre uma paixão extraordinária que perdurou por quase setenta anos.

Em O Amante Japonês, Isabel Allende regressa ao estilo que tanto entusiasma o seu público, relatando de forma soberba uma história de amor que sobrevive às rugas do tempo e atravessa gerações e continentes.


Autor: Isabel Allende  
Editor: Porto Editora (Novembro, 2015) 
Género: Romance
Páginas: 336
Original: El Amante Japonés (2015)   




«Themes of lasting passion, friendship, reflections in old age, and how people react to challenging circumstances all feature in Allende’s newest saga, which moves from modern San Francisco back to the traumatic WWII years. As always, her lively storytelling pulls readers into her characters’ lives immediately.» - Booklist


«Allende’s magical and sweeping tale focuses on two survivors of separation and loss.» - Publishers Weekly


«Vividly and pointedly evoking prejudices ‘unconventional’ couples among the current-day elderly faced (and some are still battling), Allende, as always, gives progress and hopeful spirits their due.» - Kirkus Reviews




Isabel Allende nasceu em 1942 no Peru. Viveu no Chile entre 1945 e 1975, com largos períodos de residência noutros locais, na Venezuela até 1988 e, desde então, na Califórnia. Em 1982, o seu primeiro romance, A casa dos espíritos, converteu-se num dos títulos míticos da literatura latino-americana. Seguiram-se muitos outros, todos êxitos internacionais. A sua obra está traduzida em trinta e cinco línguas. Foi galardoada com o Prémio Nacional de Literatura do Chile. Recentemente foi homenageada pelo Presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama, com a Medalha Presidencial da Liberdade a mais importante distinção civil daquele país.



Nenhum comentário:

Postar um comentário