Goodreads

Destaques

0 Uma Rapariga Endiabrada | Opinião


Barbara Parker é Miss Blackpool 1964, mas as suas aspirações são outras e vão para além do mundo dos concursos de beleza. O seu maior desejo é fazer rir as pessoas. Assim, deixa Blackpool e a família e muda-se para Londres, onde arranja emprego na secção de cosmética de um grande armazém, enquanto tenta descobrir como chegar à ribalta. Um encontro acidental com um agente resulta numa nova identidade e numa audição para a mais recente comédia da BBC – chegou a hora de Sophie Straw brilhar.

Uma Rapariga Endiabrada é a história de um programa de televisão e das pessoas por detrás dele: os argumentistas, Tony e Bill, amigos desde o serviço militar e obcecados por comédia; o produtor, Dennis, inteligente, calmo e dedicado à equipa em geral, e a Sophie em particular; e o atraente Clive, que contracena com Sophie na série e se acha destinado a coisas melhores.

O novo romance de Nick Hornby é sobre cultura popular, juventude e velhice, fama, homossexualidade, luta de classes e trabalho de equipa; e oferece um retrato cativante de uma época em que a própria Grã-Bretanha passava por um dos booms criativos mais entusiasmantes da sua história.


Autor: Nick Hornby   
Editor: Porto Editora (Setembro, 2015) 
Género: Romance
Páginas: 352
Original: Funny Girl (2014)   


Uma Rapariga Endiabrada - Porto Editora 2015 Juliet, Nua - Editorial Teorema 2010 Alta Fidelidade - Editorial Teorema 2009  Era Uma Vez Um Rapaz - Editorial Teorema 2009 Slam - A vida como ela é - Editorial Teorema 2008  31 Canções - Editorial Teorema 2005 Um Grande Salto - Editorial Teorema 2005 Como Ser Bom - Editorial Teorema 2002  Conversas Com o Anjo - Editorial Teorema 2001




«Tal como convém a um romance sobre uma sitcom famosa, [Uma Rapariga Endiabrada] provoca gargalhadas, mas tem muito mais profundidade do que o tema poderia sugerir.» - The New York Times

«Um romance engraçado e inteligente que leva a uma leitura compulsiva.» - NPR

«O mais ambicioso romance [de Hornby] até à data […]. Ele faz com que o leitor goste tanto das personagens como o próprio autor.» - Starred Kirkus Review

«Lida a primeira página, é difícil de largar.» - Newsweek

«Cativante […]. A evocação ficcionada daquela época é perfeita.» - Entertainment Weekly

«Enternecedor, divertido e comovente.» - Sunday Mirror





Opinião:
★★✩✩✩
Uma Rapariga Endiabrada começa com Barbara, a protagonista, a vencer o prémio de Miss Blackpool… e a recusá-lo. É que o que Barbara quer mesmo é mudar-se para Londres o mais rapidamente possível e dar assim início ao seu sonho de ser uma estrela de comédia televisiva. 

Embora comece de forma bem divertida e cheio de promessas, para mim, este livro foi perdendo gradualmente o seu encanto e as próprias personagens - talvez com a exceção de Dennis - contribuem para destruir o seu brilho individual. A simpatia que desenvolvi por algumas delas acabou por esfriar e a geral perda de rumo e definição deixou-me sem saber bem o que pensar desta «gente» e sem tirar da leitura grande prazer… 

Além disso, Bárbara, sendo comediante, não tem assim tanta graça que se lhe veja. Estava à espera de encontrar algum humor, fosse dissoluto ou sofisticado, mas encontrei apenas uma narrativa bem-disposta que nos diz que este grupo era uma galhofada… sem no entanto o mostrar efetivamente.

Gostei da abordagem do envelhecimento no estrelato, da exposição de como as pessoas são facilmente esquecidas e perfeitamente substituíveis no mundo televisivo. Também gostei dos contra-argumentos - embora muito mais houvesse a dizer - em relação à banalização do entretenimento ligeiro e ao snobismo de que esta se faz acompanhar. 

Não querendo ignorar os pontos positivos deste livro, não posso dizer que tenha gostado de o ler. 








Nenhum comentário:

Postar um comentário