Goodreads

Destaques

0 Mal-Entendido em Moscovo


  Inicialmente escrita para integrar a recolha La Femme Rompue (com a edição portuguesa intitulada A Mulher Destruída), esta novela acabou por ser excluída do referido livro, pela própria mão da autora.
  Pela pertinência e atualidade do tema e pelo riquíssimo diálogo que o mesmo mantém com toda a obra de Beauvoir, este texto merecia, sem qualquer dúvida, uma edição autónoma.
  Em Mal-entendido em Moscovo evoca-se a crise vivida por um casal de meia-idade ao longo de uma viagem à União Soviética: a deceção política cruza-se com um mal-entendido sentimental, ligando a história individual à História coletiva.

Autor: Simone de Beauvoir
Editor: Quetzal (Janeiro, 2015)
Género: Romance
Páginas: 96







Simone de Beauvoir
✏ Escritora francesa (1908-1986), foi a companheira de Jean-Paul Sartre e uma feminista convicta. Em 1947 publica o seu primeiro romance, L'Invitée (A Convidada), seguindo-se os ensaios Pyrrhus et Cinéas (1945), Pour une morale de l'ambiguité (1947) e le Deuxiéme Sexe (1948). Ao romance Les Mandarins (Os Mandarins, 1954) seria atribuído o Prémio Goncourt. Escreveu ainda obras de carácter memorialista (Les Mémoires d'une jeune fille rangée - Memórias de Uma Menina Bem Comportada, 1958; La force de l'Âge - A Força da Idade, 1960; La force des choses - A Força das Coisas, 1963).




Nenhum comentário:

Postar um comentário