Goodreads

Destaques

0 Através da Chuva

  A confirmação da qualidade de uma nova voz na literatura em língua portuguesa.
  Tendo perdido a maior parte do seu tempo de vida encarcerado num estranho coma, o senhor Svart desperta em Estocolmo com um único objectivo: ver uma Palanca Negra Gigante no coração de Angola. Por coincidência, uma ONG contrata-o como consultor de um projecto de desenvolvimento rural. Encontrar a Palanca Negra Gigante é uma das propostas. 
  Partindo para África, o criptozoólogo sueco, confronta-se com o seu passado não resolvido e a suspeita de que as coordenadas da realidade estão alteradas. Amores abandonados, convicções traídas e um arqui-inimigo dos tempos revolucionários reaparecem-lhe durante a viagem. Na sufocante circularidade da sua busca e fuga, o senhor Svart descobre que talvez ainda não tenha despertado do pesadelo.

Autor: Miguel Gullander
Editor: Dom Quixote (Maio, 2014)
Género: Romance
Páginas: 400

   
Sobre o autor...
  Miguel Gullander é filho de mãe sueca e pai português, sendo luso-escandinavo de ascendência. Tem trabalhado em África desde que saiu da Suécia em 2001.
  Viveu e deu aulas em Cabo Verde, em Moçambique, em Angola e na África do Sul. É actualmente leitor de Português do Instituto Camões no Centro Diogo Cão em Windhoek, Namíbia. Em 2005, publicou Balada do Marinheiro-de-Estrada, e excertos dos seus livros The Blooming Hypothalamus (traduzido de O Hipótalamo em Flor), e de Black Light, White Noise (traduzido de Luz Negra, Ruído Branco) foram publicados na revista literária The Journal (anteriormente conhecida como Of Contemporary Anglo-Scandinavian Poetry) editada e publicada por Sam Smith. Em 2008, a Dom Quixote publicou o seu romance, Perdido de Volta, uma curiosa balada viking, de vozes africanas, um livro anacrónico e cru, que quebra as fronteiras do espaço-tempo e outras regras narrativas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário