Goodreads

Destaques

0 Perfumes Eróticos em Tempo de Vacas Magras

  Perfumes Eróticos em Tempo de Vacas Magras é um livro singular. Porque é uma obra para saborearmos à lareira ou para levarmos para a praia (no Inverno, quando o sol é mais clemente, mas também no Verão, época em que chove menos), porque é um livro culto e divertido, didáctico e pós-moderno. Ou, apenas, porque é uma obra de um dos mais originais escritores portugueses - Manuel da Silva Ramos.
  Neste livro podemos encontrar histórias para serem lidas enquanto se espera pelo autocarro matinal a caminho da fábrica, durante o check-in de uma viagem de finalistas a Varadero, enquanto se aguarda pelo INEM, que vem célere em socorro de um peão recém-atropelado, ou para saborear durante uma pisadela de um tacão afiado na intimidade do jogo amoroso.
  De Viana do Castelo ao castelo de Paderne, do arsenal da Marinha à Marinha Grande, da transmontana aldeia da Carrapatosa às longínquas florestas da ilha de Java, esta é uma obra que estimula o prazer (da leitura ou outro) em qualquer parte do globo.

Autor: Manuel da Silva Ramos
Editor: Parsifal PT (Fevereiro, 2014)
Género: Romance
Páginas: 148
COMPRAR

Sobre o autor...
  Manuel da Silva Ramos nasceu em 1947, na Covilhã, onde fez os seus estudos liceais.
  Estudou Direito em Lisboa mas ao fim de quatro anos abandona a universidade e o país e exila-se em França para fugir ao fascismo. Aos 21 anos ganha o Prémio de Novelística Almeida Garrett de 1968, instituído pela Editorial Inova e pela Portugália Editora, com Os Três Seios de Novélia. Na Dom Quixote estão publicados os seus livros Ambulância (2006), O Sol da Meia-Noite seguido de Contos para a Juventude (2007), A Ponte Submersa (2007) e a reedição muito aguardada de 
Os Três Seios de Novélia (2008). Tem numerosos inéditos e a sua ficção, como disse um dia Ernesto Sampaio, é uma brisa fresca na literatura portuguesa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário