Goodreads

Destaques

1 Sondagem | Janeiro 2017

Resultado:
Ao olhar para os resultados da sondagem de Janeiro eu diria que temos grandes planos (literários) para 2017!... isto porque a maior parte de nós (34%) planeia ler mais de 80 livros este ano.

Ler entre 20 a 30 livros faz parte dos planos de 16% dos leitores que votaram e só 2% estão a contar ler menos de 5 livros em 2017. 

Os meus mais sinceros desejos, para todos, são que excedam as vossas expectativas este ano (e não apenas em livros...)! 

Muito obrigada por partilharem as vossas opiniões... e não se esqueçam que já podem votar na sondagem de Fevereiro. 



---

É com enorme prazer que damos as boas vindas a mais um ano e, espero eu, que sejam mais doze meses cheios de (bons) livros!... E é isso que quero saber este mês: quantos livros estão a planear ler este ano?

Em 2016 ultrapassei a minha estimativa inicial e consegui ler 95 livros, mas isto apenas graças aos contos de H. P. Lovecraft e outros livros de pequenas dimensões (físicas, não em conteúdo)... por isso, para 2017, vou colocar o meu desafio pessoal nos 80 livros.

Para 2017 tenho, claro, a minha lista de leitura que, claro, vai ser alvo de alterações constantes ao longo do ano e que assim sendo, claro, não se vai cumprir. Como, aliás, acontece todos os anos...

... Mas eu tenho, creio, uma boa “justificação” para isto: leio por gosto! Leio o que me apetece, quando me apetece e nunca por imposição. Só pego num livro se achar que vai ser bom (isto não significa que não me engane muitas vezes...) e nunca por ser “um clássico de leitura obrigatória” ou por ser um best-seller da moda. Tento acompanhar os lançamentos conforme o meu interesse pessoal, mas é provável que, enquanto andam todos a ler o último sucesso de um qualquer escritor proeminente, me encontrem a ler a coisinha mais rebuscada a que consegui deitar a mão.

Resumindo, adoro ler!... e espero que estejam dispostos a entrar em mais uma viagem literária comigo este ano

É muito provável que viajemos por locais estranhos, por outros países, outros tempos e até outros mundos; que nos encontremos em situações bem complicadas, no papel de amantes traídos, não correspondidos ou no meio de amores impossíveis, no papel de investigadores audazes e intuitivos com a mesma frequência que seremos vítimas assustadas ou vítimas dispostas a dar luta. Podemos mesmo ver-nos no papel do assassino... o que é certo é que vamos rir um bom bocado, reclamar de frustração outro tanto,  roer as unhas de nervosismo e ansiedade e limpar à socapa algumas lágrimas mais teimosas.


Enfim, vamos ler! 

Imagens: Bitmoji

Um comentário:

  1. Fiquei pelos 55, para 2017 tenciono ler mais de 80!

    ResponderExcluir