Goodreads

Destaques

0 O Regresso dos Lobos {Livros Março}


Ao longo de quase uma década, Rachel Caine virou costas a casa, mantendo-se distante devido às disputas familiares e ao seu trabalho de monitorização de lobos numa reserva do Idaho. Mas agora, desafiada pelo excêntrico Conde de Annerdale a participar num projeto controverso que visa a reintrodução do lobo-cinzento no interior britânico, regressa à paisagem agreste do Lake District.

O projeto do conde alicerça-se no sonho antigo e idílico de uma natureza selvagem e indomada - embora Rachel tenha de ter em consideração algumas cedências à modernidade. O regresso do lobo-cinzento após centenas de anos coincide com a própria regeneração de Rachel, no contexto de uma maternidade iminente e da reconciliação com a família.

O Regresso dos Lobos investiga a essência do que é a natureza em estado selvagem e o estado de selvajaria, tanto no animal como no humano. Procura compreender os aspetos mais obsessivos da humanidade: o sexo, o amor e o conflito, o desejo de encontrar respostas para o propósito da nossa existência, num expor dos sistemas complexos que nos governam.


Autor: Sarah Hall  
Editor: Jacarandá Editora (Março, 2016)
Género: Romance
Páginas: 440
Original: The Wolf Border (2015) 

Sarah Hall é também autora de As Tatuagens de Miguel Ângelo >>>



"The themes of Sarah Hall’s fifth novel, “The Wolf Border,” interlock like gears: men and women together, family, the ­animal/human divide, the idea of wilderness. The wolf border — the line beyond which wolves roam freely — turns out to be porous, in each of us and in the culture at large." - The New York Times

"Hall organically incorporates each and every instance into the narrative, adding a tensile strength to the base architecture upon which the story hangs. She is both master storyteller and skilled wordsmith." - The Guardian

"Such joyous fragility characterises The Wolf Border itself, which weighs sense and sensuality, order and chaos, with sumptuous grace. Hall writes gorgeously about small moments" - The Independent



Nenhum comentário:

Postar um comentário