Goodreads

Destaques

0 Por Linhas Tortas… {Livros Outubro}


Um assassino em série infiltra a desorientação na Polícia Judiciária e, ao mesmo tempo, enreda o país pelo medo, principalmente Lisboa e alguns dos concelhos que lhe são limítrofes. Entretanto, registam-se outros crimes, mas com assinaturas diferentes. As vítimas são três jovens mulheres e um artista plástico.

Esta vaga de criminalidade desenrola-se num espaço por onde a droga, a corrupção, o tráfico de influências e de mulheres e o sexo circulam sem regras, enquanto o Governo se preocupa em proteger quem se encontra no topo da pirâmide social, porque um escândalo de proporções gigantescas poderá eclodir com o desenrolar das investigações. E, por outro lado, teme que o partido a que está umbilicalmente ligado possa sofrer pesada derrota nas próximas eleições Legislativas.

É perante este cenário de tensão - e desilusão - generalizada na Polícia Judiciária, ao qual se junta, inesperadamente, um problema de ordem familiar, que o inspector-coordenador Alfredo Medeiros começa a pensar seriamente em dar um novo rumo à sua vida...

Por Linhas Tortas... é o quarto romance policial de Mário Nóbrega. As personagens e os acontecimentos que nele habitam são apenas fruto da imaginação do autor e na trama que viaja pelas suas páginas continua a defender uma ideia que o tem acompanhado na vida, a de a ficção ser filha da realidade. Ou seja, mais um livro em que propõe aos seus leitores uma reflexão sobre o mundo em que vivemos.


Autor: Mário Nóbrega
Editor: Lua de Marfim (Outubro, 2015)
Género: Policial
Páginas: 228





Jornalista há 42 anos, deu os seus primeiros passos no mundo dos livros em março de 2010, com a publicação de A vida tem cada coisa..., editado pela Temas Originais. Trata-se de uma seleção de opiniões que escreveu no jornal A Bola, entre 2007 e 2009. Praticamente um ano depois, em fevereiro de 2011, continuou a sua viagem pelos livros com Marcha Atrás, uma seleção de histórias da sua infância e adolescência, vividas no bairro de Alcântara, onde nasceu, em 1950. Título também com a chancela da editora Lua de Marfim. Optou, depois, por uma incursão pelo romance policial. Nesta área da literatura viu editados, ainda com a chancela da Lua de Marfim, Um Mês, em outubro de 2011, e Futuro Risonho, em fevereiro de 2013.



Nenhum comentário:

Postar um comentário