Goodreads

Destaques

0 O Crime de Paragon Walk {Livros Junho}


Quando a jovem Fanny Nash sucumbe nos braços da cunhada, vítima de um brutal ataque na sofisticada rua de Paragon Walk, cabe ao inspetor Pitt investigar o caso. Recorrendo ao seu incomparável talento e à ajuda de Charlotte, sua mulher e parceira na luta contra o crime, Pitt tudo fará para impedir que o assassino escape impune.

Charlotte, cujo cunhado também se encontra sob suspeita, fica incumbida de interrogar todos os residentes da rua, desenterrando sórdidas intrigas e amargas rivalidades. O formidável casal descobre que por detrás das mais elegantes fachadas da sociedade vitoriana espreita algo de muito sombrio. À medida que as máscaras começam a cair, a ameaça de uma nova morte torna-se cada vez mais real…

Autor: Anne Perry  
Editor: Asa (Junho, 2015) 
Género: Policial
Páginas: 288
Original: Paragon Walk (1981) 

Nota: Este é o terceiro livro da série «Charlotte & Thomas Pitt», composta por 28 trabalhos. Thomas Pitt é um detective que, junto com a sua esposa, Charlotte, se dedica a desvendar casos misteriosos na Londres vitoriana. Da mesma série, foi publicado nesta colecção  O Estrangulador de Cater Street.

Colecção Crime à Hora do Chá:
Wook.pt - Veneno Fatal


✏ Anne Perry nasce em Outubro de 1938 em Londres e viveu no estrangeiro durante alguns anos, antes de se instalar na sua actual casa em Portahomack, na Escócia. É considerada uma das mais conceituadas escritoras da literatura policial das últimas décadas. No centro das suas histórias encontra-se a Inglaterra vitoriana, fechada como um casulo, num conjunto de rígidas regras de conduta social. Escreve duas séries distintas, uma protagonizada por Thomas Pitt, um detective da polícia de origem social modesta, e por Charlotte, uma jovem de boas famílias, e a outra pelo detective amnésico William Monk. Ambas as séries são inspiradas em personalidades da época e os casos em que os detectives se envolvem conservam reminiscências de crimes realmente acontecidos. 
Anne Perry desvenda-nos, de forma magistral, todo o complexo universo vitoriano.



Nenhum comentário:

Postar um comentário