Goodreads

Destaques

0 Corpos Subtis

  Nina e Ned estão a tentar conceber um filho. Em pleno período fértil de Nina, Ned apanha subitamente, e sem aviso, um avião, para comparecer ao funeral de Douglas, um misterioso amigo dos seus tempos de estudante. Nina, furiosa, põe-se a caminho, atrás dele, para poderem ir para a cama no momento certo. Douglas era o chefe de um círculo de amigos da faculdade, e Nina fica incrédula perante o ascendente que, volvidos tantos anos e malgrado o afastamento, o grupo - e em especial Douglas, mesmo depois de morto - tem sobre Ned.
  Corpos Subtis explora a reconfiguração e a reavaliação desse grupo de amigos no seguimento da morte de Douglas e questiona as razões pelas quais fazemos os amigos que fazemos, porque os conservamos e qual o sentido que damos às nossas histórias pessoais. É um retrato sábio e divertido, e uma observação finíssima da inconstância das relações e das novas verdades que podem emergir de velhas certezas.
  Como a toda a obra de Norman Rush, a Corpos Subtis também se aplica a máxima "ficção é a verdade contada de forma excessiva e belíssima". É certamente também uma envolvente e rigorosa lição na arte do romance.

Autor: Norman Rush
Editor: Quetzal (Abril, 2014)
Género: Romance
Páginas: 232
Original: Subtle Bodies (2013) [Goodreads] [WOOK]
   




✏ Norman Rush é autor de quatro romances, entre eles um vencedor do National Book Award, Mating. Trabalhou no Corpo de Paz, no Botswana, e vive na zona no Estado de Nova Iorque. Corpos Subtis, o seu mais recente romance acabado de aparecer em língua inglesa pela Granta, é uma aguardada estreia literária em Portugal.

Corpos Subtis Acasalamento

Nenhum comentário:

Postar um comentário