Goodreads

Destaques

0 A Memória do Gato

A Memória do Gato é a história de uma família inglesa de origem judaica, contada pelas vozes de diferentes narradores. A narrativa principal vai-se tecendo, como uma enorme teia em diferentes estilos, onde se entrelaçam as pequenas histórias vividas e narradas por cada uma das personagens, com os segredos e os mistérios que acompanharam a vida de cada um e que o Gato astuciosamente reúne durante as suas sete vidas.

A narrativa tem início em 1870, na Londres vitoriana, com o nascimento de Sir Arthur Pipehouse, The Second, o Gato, na casa da família Pipehouse. A história desta família, que o Gato guarda na sua memória e narra, é também a história do chá, das viagens e dos amores do jovem Joseph Pipehouse pela Índia colonial (onde viveu entre 1830 e 1875), passada entre as plantações de chá, entre o fausto dos marajás e a rotina das vidas dos ingleses em Calcutá, contada pelas suas cartas e memórias.

Nas duas primeiras vidas do Gato, em Inglaterra, a história é também narrada por Sarah Mary, a neta mais velha de Joseph Pipehouse e por Albert, o mordomo da casa de Hampshire Road.

A Quinta dos Lilases, onde viverão, antigo mosteiro dos frades Jerónimos, situada na outra margem do Tejo, é o cenário de fundo onde se vão desenrolar os amores e as tristezas, os mistérios e os pequenos dramas do quotidiano que a nova família de Sarah vai enfrentar. Marcada pelos segredos dos frades que a casa da Quinta e o Pinhal encerram, a narrativa segue pela voz de Ezequiel, o misterioso Jardineiro e pela de Leonor, a neta de Sarah.

As histórias da família vão atravessando épocas e momentos mais conturbados da História. O motim indiano, a morte do rei e a implantação da República, a grande guerra e o Salazarismo são alguns desses momentos. A narrativa termina com a saída da família da Quinta e com a fuga/desaparecimento do Gato.

Autor: Teresa Ximenez
Editor: Chiado Editora (Julho, 2013)
Género: Ficção
Páginas: 299

Nenhum comentário:

Postar um comentário