Goodreads

Destaques

1 Trilogia Thomas Cromwell

Wolf Hall

Trilogia Thomas Cromwell #1
Inglaterra, década de 1520. Henrique VIII está no trono, mas não tem herdeiros. O cardeal Wolsey é o conselheiro do rei encarregue de obter o divórcio que o papa recusa conceder. Neste ambiente de desconfiança e necessidade aparece Thomas Cromwell, primeiro como secretário de Wolsey, e depois como seu sucessor. Cromwell é um homem muito original: filho de um ferreiro bruto, é um génio da política, um subornador, um galanteador, um arrivista, um homem com uma habilidade incrível para manipular pessoas e aproveitar ocasiões. Implacável na procura dos seus próprios interesses, Cromwell é tão ambicioso nos seus objectivos políticos como nos seus objectivos pessoais. O seu plano de reformas é implementado perante um parlamento que apenas zela pelos seus interesses e um rei que flutua entre paixões românticas e fúrias brutais. 

De uma das melhores escritoras contemporâneas, Wolf Hall explora a intersecção de psicologia individual com objectivos políticos. Com uma grande variedade de personagens e uma rica sucessão de incidentes, recua na história para nos mostrar a Inglaterra dos Tudor como uma sociedade em formação, que se molda a si própria com grande paixão, sofrimento e coragem.

Autor: Hilary Mantel   
Editor: Civilização (2010)
Género: Romance
Páginas: 672
Original: Wolf Hall (2009)

O Livro Negro

Trilogia Thomas Cromwell #2
Com esta vitória histórica de O Livro Negro, Hilary Mantel torna-se o primeiro autor britânico e a primeira
Em 1535 Thomas Cromwell é Primeiro-ministro de Henrique VIII, e o seu sucesso ascendeu a par do de Ana Bolena. Mas a cisão com a Igreja Católica deixou a Inglaterra perigosamente isolada e Ana não deu um herdeiro ao rei. Cromwell vê o rei apaixonar-se pela discreta Jane Seymour. A gerir a política da corte, Cromwell tem de encontrar uma solução que satisfaça Henrique VIII, salvaguarde a nação e assegure a sua própria carreira. Mas nem ele nem o próprio rei sairão ilesos dos trágicos últimos dias de Ana Bolena.
Um incrível feito literário, O Livro Negro é o relato deste terrível acontecimento da História, por uma das melhores romancistas da atualidade.
mulher a receber dois prémios Booker, além de ser o primeiro autor a consegui-lo com dois romances consecutivos. Continuando o que começou com o premiado Wolf Hall, regressamos à corte de Henrique VIII para testemunhar a ascensão de Thomas Cromwell enquanto planeia a destruição de Ana Bolena.

Autor: Hilary Mantel   
Editor: Civilização (2010)
Género: Romance
Páginas: 672
Original: Wolf Hall (2009)

  O título original do 3º e último volume desta trilogia é «The Mirror and the Light» e a sua publicação está agendada para 2015 

«O Livro Negro» que não se cansa de ganhar prémios | Diário Digital
«O novo romance da autora, única britânica a ganhar dois prémios Booker e também a única a ganhá-los consecutivamente, continua a acompanhar o percurso de Thomas Cromwell na corte do Rei Henry VIII. Após o desaparecimento de Wosley, Cromwell é uma peça essencial no xadrez político.
O múltiplo premiado romance da autora britânica é um complexo jogo de estratégia. Numa “mise-en-scène” muito bem construída, os diálogos demonstram a invulgar capacidade literária de Hilary Mantel. São do melhor que se pode ler em literatura.
A utilização equilibrada da ironia e do sarcasmo abre os diálogos a múltiplos significados. O leitor assiste à dissimulação dos intervenientes. E desconfia.»

Fonte: Diário Digital (23/Julho/2013)
por Mário Rufino




✏ Hilary Mantel nasceu em Glossop (Inglattera), em 1952. Estudou direito na London School of Economics and Sheffield University. Trabalhou como assistente social, viveu cinco anos no Botswana e outros quatro anos na Arábia Saudita. Regressou ao Reino Unido nos anos 80. É considerada uma das melhores escritoras britânicas da actualidade, tendo várias das suas obras recebido prémios literários. Destacam-se os títulos "Eight Months on Ghazzah Street" (1988); "Fludd" (1989), vencedor do Winifred Holtby Memorial Prize, do Cheltenham Prize e do Southern Arts Literature Prize; "A Place of Greater Safety" (1992), vencedor do Sunday Express Book of the Year; "A Change of Climate" (1994); "An Experiment in Love" (1995), vencedor do Hawthornden Prize 1996; "The Giant" (1998); "Giving Up the Ghost: A Memoir" (2003); "Learning to Talk: Short Stories" (2003); "Beyond Black" (2005), finalista do Commonwealth Writers Prize e do Orange Prize for Fiction em 2006; e "Wolf Hall" (2009) que lhe valeu o Man Booker Prize for Fiction 2009.

O Assassinato de Margaret Thatcher Wolf Hall (Trilogia Thomas Cromwell #1) O Livro Negro (Trilogia Thomas Cromwell #2)

Um comentário:

  1. Tarda o 3º livro da trilogia sobre Thomas Cromwell... A Civilização vai publicá-lo ou não?

    ResponderExcluir