Goodreads

Destaques

0 Vaticano não credencia jornalista que escreveu livro sobre Vatileaks | Diário de Pernambuco


O Vaticano negou-se a credenciar para o conclave o jornalista italiano Gianluigi Nuzzi, autor de um livro sobre as intrigas e os antagonismos do caso Vatileaks, indicou Nuzzi em sua conta no Twitter.

"Uma decisão marcada pela escuridão, muito longe da transparência e da liberdade de imprensa", denunciou em sua mensagem o autor de Sua Santitá (Sua Santidade).

O livro, escrito a partir de dezenas de faxes e cartas ultrassecretas dirigidas ao papa Bento XVI, contribuiu para alimentar o escândalo Vatileaks, que levou à condenação por roubo do mordomo do Papa, Paolo Gabriele.

Cerca de 5.600 jornalistas estão credenciados para cobrir o conclave, que começará na terça-feira à tarde na Capela Sistina.

Fonte: Diário de Pernambuco 

Nenhum comentário:

Postar um comentário