Goodreads

Destaques

0 Livro evoca assassinato de 24 catequistas | Agência Ecclesia

O padre Diamantino Antunes, diretor do Centro Catequético do Guiúa, em Moçambique, apresenta hoje no Porto o livro ‘Véu de morte numa noite de luar’, que narra a história dos 23 catequistas mortos há 20 anos naquela instituição.

O religioso suspeita que os ataques foram motivados pelo facto de as instalações do Centro estarem próximas de um posto de abastecimento de água à cidade de Inhambane, 500 km a nordeste de Maputo, mas não afasta a possibilidade de o assassinato ter sido uma demonstração do poder da Renamo, numa época em que decorriam as conversações de paz.

O volume, com prefácio do bispo do Porto e vice-presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, D. Manuel Clemente, descreve as famílias residentes no Centro e relata o ataque, rapto, interrogatórios e morte dos catequistas, além de incluir testemunhos dos sobreviventes.

Fonte: Agência Ecclesia


Nenhum comentário:

Postar um comentário