Goodreads

Destaques

0 Dinheiro

Trinta anos volvidos, e jazendo por terra os mitos financeiros e sociais que candidamente enformaram os anos 1980, esta comédia negra é, agora, mais atual do que nunca.

John Self é um realizador de filmes publicitários de estrondoso sucesso e que leva um estilo de vida hedonista e excessivo, totalmente desregrado: consome, com voracidade, pornografia, prostitutas, álcool e comida de plástico.
A história que se conta em Money - que o Guardian considerou o grande romance inglês da década de oitenta - decorre entre Nova Iorque e Londres, nos tempos dos motins de Brixton e do casamento real. E é a história de John Self - o seu narrador e protagonista - um homem que personifica a ganância desses anos de ouro do capitalismo, em que o desprezo pelos valores sociais e humanos só conseguia ser suplantado pelo amor ao dinheiro - e a cegueira pelo dinheiro, por sua vez, pelo terror da falta dele.
Mas será John Self um homem completamente mau? Afinal tem sentido de humor, traços de generosidade, e consegue que ora gostemos ora não gostemos dele.


Autor: Martin Amis
Editor Quetzal (Novembro, 2012)
Género: Romance
Páginas: 450
Original: Money (1984)


Sobre o autor...
Martin Amis é um dos autores britânicos mais importantes da atualidade. Nasceu no sul do País de Gales em 1940, filho de Kingsley Amis. 

A matéria-prima dos seus romances radica no absurdo da condição pós-moderna e nos excessos do capitalismo tardio das sociedades ocidentais; e o seu inconfundível estilo (identificável mesmo antes de chegar ao primeiro ponto final) é compulsivo e terrivelmente vívido. 

Saul bellow, Vladimir Nabokov e James Joyce são as suas grandes referências literárias. Por outro lado, influenciou uma nova geração de romancistas, como Wiil Self ou Zadie Smith.

Conheça melhor o escritor, visitando a sua página oficial.


Livros de Martin Amis editados em Portugal:

Nenhum comentário:

Postar um comentário