Goodreads

Destaques

0 Nora Roberts

SOBRE A AUTORA

A mais nova de cinco irmãos, Nora Roberts nasceu em Silver Spring, no Maryland onde permaneceu a viver depois de se casar, o que acontecer logo após sair da escola. 

Depois de algum tempo a trabalhar como secretária, Roberts abandonou o emprego para ficar em casa quando os filhos nasceram, experimentando de tudo para se entreter. 

Vinda de uma família de leitores, Nora passara toda a sua vida a ler ou a inventar histórias. Um nevão em 1979, que a forçou a permanecer em casa, levou-a a tentar mais uma actividade: pegou num lápis e num bloco de notas e começou a escrever uma das suas histórias. E foi aqui que a sua carreira como escritora nasceu!

Depois de várias tentativas e rejeições, o seu primeiro livro, «Fogo IrlandÊs», foi finalmente publicado em 1981. 

Ao longo dos anos, Nora viveu rodeada de homens - quatro irmãos e dois filhos. Isto permitiu-lhe observar de perto como funciona a mente masculina, o que faz parte integrante dos seus livros e é muito apreciados pelos leitores. 

Membro de vários grupos literários e vencedora de diversos prémios, Nora Roberts foi recentemente aclamada pelo New Yorker como "a romancista preferida da América".

{Site Oficial}


A MINHA OPINIÃO GERAL SOBRE NORA ROBERTS:

Penso que a primeira coisa a fazer será livrarmo-nos de pretensões: Nora Roberts escreve romances leves. Não são obras-primas literárias, altamente filosóficas ou profundas, inspiradoras ou reveladoras. São verdadeiras histórias românticas que, dentro do seu género, são de uma excelência soberba. 

Nora leva-nos para os lcoais que descreve, na época que ela dita, ao ritmo que ela impõe…consome-nos na sua escrita; e é absolutamente formidável a fazê-lo. 

A descrição das personagens é sempre realizada com extrema perícia. Tanto a nível de personalidade e carácter, parecendo que conhecemos estas personagens há anos, como a nível físico que transmite a sensação de estarmos realmente a vê-las diante dos nossos olhos. Ficamos inteirados sobre os sonhos, receios, motivos, ideais e pensamentos mais íntimos destes indivíduos…Nora pinta-nos emoções como quem pinta quadros. 

Toda a envolvência do cenário, o ambiente, a tensão ou alegria que se faz sentir, as cores, a vibração, os aromas…tudo isso nos é transmitido nos livros de Nora Roberts: a autora faz-nos entrar em cada sala que descreve. 

Há sempre uma pesquisa profunda e detalhada da actividade profissional, ou outra, de cada protagonista. 

Os diálogos e as interações entre personagens são uma delícia - uns enervantes, outros hilariantes…e quando uma criança faz parte da trama, as suas cenas são elaboradas com um ternura magnífica. Estas interações dinamizam imenso a história e levam a leitura a fluir harmoniosamente. 

Apesar de quase sempre previsíveis, as histórias são interessantes e bonitas - são obviamente as personagens que as estruturam e adensam, com a sua riqueza de caracterização. 

Nora Roberts é observadora como poucos o são e coloca isso no papel de forma excecional - cada movimento de mãos, cada trejeito de boca, cada revirar de olhos…é absolutamente formidável!

Podemos não apreciar o género literário, mas não podemos negar-lhe o talento. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário