Goodreads

Destaques

0 O Curso do Amor {Livros Maio}


O Curso do Amor é um romance que explora o que acontece após os dias de paixão, bem como o que é necessário fazer para manter o amor vivo, e o que acontece aos nossos ideais românticos originais quando confrontados com a pressão da vida quotidiana.

Através de Rabih e Kirsten, o leitor experimenta os primeiros momentos do enamoramento, a facilidade com que se cai no amor romântico, e a vida após esses momentos tumultuosos. Intercalando a história e os desafios deste casal, estão comentários filosóficos, anotações e um guia sobre o que estamos a ler.

Esta é uma novela romântica no verdadeiro sentido do termo, interessada em explorar a possibilidade de o amor poder sobreviver, e mesmo florescer, com o tempo. O resultado é uma experiência sensorial - ficcional, filosófica e psicológica - que nos interpela a identificarmos profundamente com as personagens, e a reflectir sobre as experiências de Rabih e de Kirsten sobre o amor. Fresco, visceral e muito convincente, O Curso do Amor é um romance provocador e verosímil para todos os que acreditam no amor.


Autor: Alain de Botton    
Editor: Dom Quixote (Maio, 2016) 
Género: Romance
Páginas: 248
Original: The Course of Love (2016) 

outros livros de Alain de Botton >>>



"My bet is that if de Botton’s name were taken off this book it would be fêted by the sort of people who are in thrall to Milan Kundera and Adam Thirlwell. He wants us to feel less alone — and that’s not such a bad thing. " - Evening Standard






Escritor suíço, Alain de Botton nasceu a 20 de dezembro de 1969, na cidade de Zurique. Oriundo de uma família de judeus sefarditas que abandonaram a Península Ibérica em finais do século XV para se instalarem no Egito, o seu pai nasceu em Alexandria, acabando por se mudar para a Suíça. Alain de Botton estudou no país natal até à idade de doze anos, altura em que a família se mudou para Inglaterra. Após a conclusão dos seus estudos secundários, ingressou no curso de História da Universidade de Cambridge em 1987. Desinteressando-se das aulas, Botton começou a escrever não só como uma forma de tentar compreender os seus sentimentos através de uma racionalização verbal, como também com a aspiração de completar um argumento para um filme. Em 1993 publicou o seu primeiro livro com o título Essays In Love, um romance original em que procurava descrever as suas experiências de enamoramento, rutura e reconciliação. Recorrendo ao pensamento de filósofos como Aristóteles e Wittgenstein, Botton procurou um sentido no amor, que julgava ser uma área problemática da vida. O seu segundo romance, The Romantic Movement (1994), combinava de forma pouco usual as opiniões de Descartes e D. H. Lawrence com a ação, ao fazer com que o narrador se retirasse para proceder a uma tentativa de justificação do comportamento da personagem principal, uma mulher romântica. No ano de 1995 apareceu Kiss & Tell e em 1997 Botton decidiu vocacionar a sua escrita para os estudos de carácter filosófico, ao publicar How Proust Can Change Your Life , obra em que procedia a uma reflexão sobre o pensamento do escritor francês Marcel Proust, e que constituiu um sucesso de vendas imediato. Seguiram-se The Consolations Of Philosophy(2000, O Consolo da Filosofia), obra que inspirou uma série produzida pela famosa cadeia de televisão BBC, com o título A Guide To Happiness(, escrita e apresentada pelo autor, e The Art Of Travel( (2002), uma análise do tema das viagens, a partir das opiniões de escritores, artistas e pensadores.



Nenhum comentário:

Postar um comentário