Goodreads

Destaques

0 Fangirl {Livros Setembro}


Cath ama os seus livros e a sua família. Haverá espaço para mais alguém?

Todo o mundo é fã dos livros de Simon Snow. Mas Cath vai mais longe: ser fã desses livros tornou-se a sua vida. Ela e a sua irmã gémea, Wren, refugiaram-se na obra de Simon Snow quando eram miúdas, e na verdade foi isso que as salvou da ruína emocional que foi a perda da mãe. Ler. Reler. Interagir em fóruns, escrever ficção baseada na obra de Simon Snow, vestir-se como as personagens dos livros. Mas essas fantasias deixam de fazer sentido quando se cresce, e enquanto Wren facilmente abandona esse refúgio, Cath não consegue fazê-lo. Na verdade, nem quer.

Agora que vão para a universidade, Wren não quer ficar no mesmo quarto de Cath. E esta fica sozinha e fora da sua zona de conforto. Partilha o quarto com uma miúda arrogante; tem um professor que despreza os seus gostos; um colega atraente mas que apenas fala sobre a beleza das palavras... e, ainda por cima, Cath não consegue parar de se preocupar com o seu pai, tão querido, frágil e solitário.

A pergunta paira no ar: será que ela consegue triunfar sem que Wren lhe dê a mão? Estará preparada para viver a vida em seu nome? Escrever as suas próprias histórias? E se isso significar deixar Simon Snow para trás?


Autor: Rainbow Rowell  
Editor: Chá das Cinco (Setembro, 2015)
Género: Romance > Young Adult
Páginas: 448
Original: Fangirl (2013)   
 Milwaukee County Teen Book Award Nominee (2015)
 The Inky Awards Nominee for Silver Inky (2015)
 Goodreads Choice Award Nominee for Young Adult Fiction (2013)



«If I had to describe this book in two words it would be 'absolutely relatable' (...) Fangirl is a must–read for any teenage girl going through any kind of change, as it explores many themes, from the fear of making new friends, to the change of relationships with people, as you move on in life. It explains the importance of not changing yourself but growing.» - The Guardian



Rainbow Rowell vive em Omaha, Nebrasca, com o marido e os dois filhos. Por vezes escreve sobre os adultos, e outras vezes sobre jovens, mas aborda sempre pessoas tagarelas, que erram e fazem asneiras e que se apaixonam. Quando não está a escrever, Rainbow lê banda desenhada, planeia viagens ao Disney World, e argumenta sobre coisas que na verdade não são muito relevantes no grande esquema do mundo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário